Thursday, January 27, 2011

Dicionário Gaúcho

E os gauchos têm um jeito muito especial de se comunicar. Confira aqui algumas pérolas do RS.

A troco - como quem diz " a troco de quê?". Algo como "porquê?", "pra quê?".

Alertar os gansos - Dar alarme sobre algo. Despertar a atenção indesejadamente.

Arregar - Ficar com medo.

Azar é do goleiro - Tipo "doa a quem doer". "Não quero saber, não tô nem aí!".

Baia - O mesmo que casa. Sendo baia a casa do cavalo, aqui virou casa de gente.

Baita - Baita é baita. É muito grande. O fulano é baita parceiro. A fulana é baita gostosa.

Balaqueiro - Indivíduo provido de pseudo-malandragem. Metido, cheio de onda. Enfeitado.

Bem essas - Significa dizer " sim, isso mesmo, eu concordo contigo".

Cacetinho - Aquele pão de 50g. Chamado de pão francês em outros rincões, aqui é cacetinho mesmo. Algum problema?

Cagando e andando - O cara que não tá se importando muito com determinada situação. Mesmo que seja difícil imaginar a cena. Eu acrescentaria e chutando pros lados.

Chinelão - Xingamento que designa indivíduo com pouca ou nenhuma classe, desarrumado, sem muito traquejo social. E mais um pouco.

De cara - Chocado, surpreso e até mesmo magoado. Tudo junto. "Ô meu, o fulano tá de cara contigo!". Também pode significar o sujeito que não está sob algum estado alterado de consciência.

De canto - Discretamente, sem chamar a atenção.

De rachar - Geralmente refere-se ao frio muito intenso. "Bah, hoje tá fazendo um frio de rachar os beiços". Mas pode se referir aos efeitos do Sol. "Putz, um sol de rachar!" Rachar a cabeça.

E lambe os beiço - O mesmo que dizer: E dê-se por satisfeito!

Encher o buxo - Comer demasiadamente. Bem além do recomendado.

Escangalhado - Em estado lamentável. Esbodegado.

Faz a frente - O mesmo que "Faz a mão". Quer dizer: Pô fulano, dá um jeito aí. Também pode ser: Vai, toma a iniciativa.

Fechou o pau - Estranho, mas quer dizer que aconteceu uma briga, uma confusão, um tumulto dos grandes. Pode ser também "fechou a rosca", ou ainda "fechou o tempo".

Findi - Forma apocopada para fim-de-semana. "Nesse findi eu vou prô Magistério". (praia do extremo sul)

Gente-fina - Diz-se de indivíduo com qualidades e virtudes. Amigo, parceiro, "dus meu", "u mano, morou?".

Godô - Artimanha, despiste, desculpa esfarrapada. "O fulano me deu um godô".

Guri de apartamento - diz-se do indivíduo sem muita malandragem, criado dentro de casa, mimado. Variação: guri de carpete.

Hugo - Onomatopéia típica para o vômito. "Bah, ontem cheguei em casa mamado e chamei o hugo".

Indiada - Situação pouco agradável, programa indesejado. "Bah, o fulano me mete em cada indiada".

Já era - Termo muito usado para indicar a finitude de uma situação. Algo que não volta mais. "Viajou, magrão, fez a cagada agora já era".

Jóia - Legal, ou "tri legal", bacana. Diz-se de pessoas ou coisas. "A fulaninha é bem jóia, né".

Lagarteando - Diz-se do sujeito que está ao sol, aquecendo-se. "Hoje tá bom pra pegar um chima, e ir pra Redenção lagartear". (Redenção é o Parque Farroupilha, que é um parque ao ar livre).

Liga - Situação favorável, sorte. "Bah, dei uma baita liga".

Lomba - Lomba é lomba, ora. Mas no resto do país é ladeira.

Me abri pra ti - Algo como: " tu é o cara mesmo!". Tirei o chapéu.

Mijada- O mesmo que bronca. "Minha chefe me deu uma mijada".

Montar num porco - Ficar muito chateado com determinada situação. Ficar puto da cara.

Námor - Em Porto Alegre temos a mania de diminuir, carinhosamente, as palavras. Assim namorada vira námor, chimarrão vira chimas, Redenção é Redença e por aí vai.

Não caga nem desocupa a moita - Humm. Pois é. Expressão usada para o sujeito que não se decide. Não vai nem fica. Não anda nem desanda.

Não dá nada - Algo como: "não te preocupa, isso não vai nos trazer problemas futuros". Ou simplesmente: "Não esquenta".

Nicada - O mesmo que fazer amor, transar. Maneira chula de se referir ao ato sexual. "Tô loco pra dar uma nicada".

O que é um peido pra quem tá cagado - Muito usada para justificar uma atitude inesperada para alguém em situação desfavorável, sobretudo financeiramente.

O que não mata engorda - Expressão muito usada quando se come algo de gosto ou aspecto duvidoso. Serve para acalmar a "vítima".

O ó do borogodó - Essa expressão, com som tão agradável, é usada para dizer que certa coisa é ruim, "de última", "o fim da picada".

Pega-ratão - A UFRGS (diz-se úrguis) costuma usar muito em seus vestibulares. Apresenta uma questão relativamente fácil e os vestibulandos mocorongos acabam caindo. É uma armadilha, um embuste.

Pra tu vê - Expressão usada para indicar a confirmação e/ou surpresa em determinada situação.
"Me deu um pé na bunda. Pra tu vê como são as coisas". Bom, talvez não seja bem isso.

Profí - Coisa de profissional. Especial mesmo. "Pô, esse site de Porto Alegre ficou profí!".

Qualé o teu pastel? - Não é o balconista perguntando que sabor tu queres. Mas sim "qual é a tua?". Uma interpelação brincalhona, mas nem sempre. Depende do tom.

Que tal? - Usada como saudação. Tem origem do castelhano... Hola, que tal? Ao invés de dizer "oi, tudo bem?" se diz "ó, que tal?". Também usada em tom elogioso "Mas que tal, hein!".

Rateada - Ato de vacilar, fazer algo errado, cometer um deslize. "Bah, meu, que rateada!".

Responsa - Forma diminuída de responsabilidade. "Olha a responsa!", quando se chama a atenção do sujeito para o seu dever. Tem também o "na responsa". Significa algo bem feito, caprichado. "Olha esse sanduba que fiz pra ti, na responsa."

Revesgueio - No futebol quando se pega de mau jeito na bola. Também serve para olhar de canto do olho, de soslaio. "Tá me olhando de revesgueio".

Sarna pra se coçar - Situação que poder gerar confusão. "Tu tá é procurando sarna pra se coçar". Procurando encrenca, incomodação.

Se atacou das bicha - Diz-se da criatura que teve um "faniquito". Se irritou com determinada situação.

Se escalar - Ato de tirar proveito da bondade alheia. "A pinta já foi se escalando pro churras."Obs: churras é diminutivo de churrasco.

Tá bonito, tá ordeiro - Algo que está como deveria. Em pleno funcionamento. Numa boa.

Tabacudo - Sujeito abobado, mangolão, tanso.

Te liga - Usado para chamar a atenção do indivíduo. "Te liga, magrão".

Um pé lá e outro cá - Advertência, geralmente usada pelas mães, para avisar a criatura para não se demorar, porque senão vai ter.

Vai que é um Dodge - Diz -se de algo que vai muito bem, que dá certo. Vai que é uma beleza.

Varzeano - Adjetivo pejorativo para suburbano, quase um chinelão. De origem futebolística, provavelmente.

Velho do Saco - Ser folclórico do imaginário coletivo. Muito usado no lugar do bicho-papão para "incentivar" uma criança a fazer algo.

"Pare de incomodar senão eu te entrego pro velho do saco".

ACHEI TRI LEGAL....

1 comment:

  1. Mas Bah tche, tá loko de especial esse dicionario...

    ReplyDelete